GerbilECia no Insta

Quanto custa um Gerbil? /// Guia de Venda


Os esquilos da mongólia podem ter preços muito variados. No geral, o valor de cada gerbil depende de:
  • Cor - Se é rara ou comum
  • Genética - Se é recessiva, dando oportunidade de genes escondidos
  • Marcação - Se é malhado ou não
  • Disponibilidade - Quanto menos gerbil existe na região, mais caro ele será
  • Qualidade - Criados para pet, reprodução ou alimento vivo em biotérios
  • Personalidade - Animais mansos são mais caros que animais ariscos
Então cada estado tem uma média de preço para gerbil comum, com aqueles mais especiais vendidos mais caro.



Você pode vender seus animais escolhendo um valor entre 15 e 20 reais para as cores comuns (agouti, argente, black, pew, sapphire, dove, lilac...) e acrescentar 10 reais para quando eles tiverem marcação (malhados). Também pode acrescentar 10 reais em animais de genética especial como os ee e gg (nutmeg, DEH, polar fox, gray agouti, slate, yellow fox...). As cores difíceis de vender você pode por um preço mais baixo.

Eu sigo a seguinte tabela, que vocês podem seguir também:

- Cor em promoção: 15 reais
- Cor comum: 20 reais
- Cor comum malhada: 30 reais
- Cor ee ou gg: 30 reais
- Cor ee ou gg malhada: 40 reais
- Siamês ou Burmês: 40 reais
- Siamês ou Burmês malhado: 50 reais

Sendo assim, de acordo com a cor e a marcação do gerbil, o preço varia de 15 a 50 reais.
Independente do preço e da cor escolhida, você sempre pode fazer uma promoção para quem levar uma dupla do mesmo sexo. Exemplo: 1 custa 20 reais, se levar 2 custa 30 reias.


Muita gente pode achar errado vender o animal, decidindo então doar seus filhotes. Mas faço esse texto para que todos entendam a necessidade de vender o animal ao invés de doar! 
Doação é um excelente gesto, mas desde que seja feita: 
  • Para amigos
  • Para quem já tenha e com certeza irá tratar bem
  • Para outros criadores como você
 Caso contrário, as pessoas não dão valor ao animal. Lembre-se: Tudo que vem fácil vai fácil. As pessoas muitas vezes não querem o bicho, ou pegam sem pensar, apenas porque é de graça. Pouco tempo depois elas decidem que não querem mais e se livram do seu gerbil, que nasceu na sua casa e que foi doado com amor. Quando as pessoas precisam pagar pelo animal, mesmo que seja barato, elas pensam 2x antes de decidir e valorizam mais a vida dele.
Você deve vender seus filhotes por que:
  • As pessoas pegam doação mesmo sem querer, só porque é de graça
  • As pessoas não valorizam o que vem de graça
  • As pessoas tratam o animal como um objeto
  • Após enjoar do bicho, as pessoas decidem se livrar dele
  • Quem não tem dinheiro para comprar o gerbil, não tem para comprar gaiola e comida certa
  • Muitos roedores adotados são para virar comida de cobra ou outro animal exótico
 Então venda para desconhecidos e doe apenas para conhecidos que irão cuidar bem com certeza.




Todo criador que se preze já teve que negar pelo menos uma venda. Não dá para vender animais para todo mundo que quer comprar. Você, para ser um criador sério, precisa ter critérios de venda.
Entre eles, você deve observar:
  • A pessoa vai criar o gerbil sozinho ou em dupla?
  • A pessoa vai cruzar parentes?
  • A pessoa conhece/pesquisou sobre os gebils?
  • Se for criança, os pais vão cuidar dos animais para ela? 
  • Em que gaiola, caixa ou terrário a pessoa pretende por os animais?
  • Eles ficarão dentro de casa ou do lado de fora? 
  • Serão para pet ou para alimento vivo de uma cobra?
  • O que a pessoa vai usar para alimentação?
  • A pessoa terá dinheiro para comprar a ração extrusada de qualidade?
  • A pessoa vai usar areia de gato como forração?
  • A pessoa vai carregar eles pelo rabo?
  • A pessoa gosta dos animais ou pretende fazer comércio em cima deles?
Se alguma dessas questões for negativa, ai você deve pensar muito se vai ou não vender esquilos da mongólia para essa pessoa. Nunca venda um animal se ele não for ser bem tratado. Lembre que você é responsável pela vida dos seus filhotes e deve dar a eles uma vida melhor do que a que eles teriam na sua casa.

Eu já neguei várias vendas e sempre irei negar se meus animais não forem ser extremamente bem cuidados.


Não! Quem pensa em reproduzir gerbil por comércio, para ganhar dinheiro, está tremendamente enganado. Não existe lucro nenhum em criar e vender esquilos da mongólia. Eles são animais baratos, que gastam mais do que podem trazer de dinheiro com vendas.

Pense bem, para ser um criador sério, você vai precisar comprar várias coisas. Tenho uma lista com a idéia dos gastos de um casal de gerbil:
  • Gaiola/Caixa/Terrário grande de 150 a 200 reais
  • Areia de Gato de 5 a 14 reais
  • Ração extrusada de 15 a 20 reais o pacote
  • Complementos da alimentação cerca de 15 reais
  • Vitamina cerca de 10 reais
  • Comedouros e bebedouros cerca de 20 reais
  • Animais de 15 a 30 reais em média
Então para iniciar uma criação de um casal de gerbos, você vai precisar fácil fácil de 
pelo menos 300 reais entre gaiola, animais, comida, forração e acessórios. Depois você terá um gasto de cerca de 40 reais por mês em forração e alimentação. Se você quiser ter mais que um casal de gerbils, multiplique esses gastos.

Um casal de gerbil começa a reproduzir normalmente com 3 meses, mas se eles não estiverem a vontade com o ambiente eles seguram as cruzas e não irão reproduzir até estar tudo agradável. Isso pode fazer com que um casal só reproduza após os 6 meses de vida, e ai calcule quanto dinheiro você já gastou antes deles começarem a ter filhotes. Lembre que os filhotes só podem ser separados da mãe com 30-60 dias e que eles consomem muita comida.

Quando você finalmente tiver filhotes de gerbil disponíveis a venda, irá lutar para conseguir compradores que irão reclamar do preço e querer comprar bem baratinho. Se você vender uma ninhada de 4 gerbils (média de filhotes de nasce) a 20 reais cada, conseguiu apenas 80 reais perto de todo o dinheiro que já gastou. E esses 80 reais você vai usar para comprar a ração extrusada e a forração do seu casal para o próximo mês, não existe lucro! O máximo que pode acontecer é vender filhotes para ajudar a pagar as despeszas da criação. Então quem cria, cria pelo amor, não pelo dinheiro.

Se a pessoa, visando o lucro, quiser criar gerbils em caixas pequenas, comendo ração de papagaio e vivendo na serragem para economizar gastos, terá um problema ainda maior. Afinal, em condições ruins os gerbos simplesmente não reproduzem, com comida ruim a mãe não consegue gerar filhotes saudáveis, que nascem com problemas e que morrem por alergia à serragem. Ao invés de ter ninhadas de 4, 5 filhotes a pessoa começa a ter ninhadas pequenas com vários filhotes morrendo. Lucro menor ainda do que criar da forma correta.

Então resumindo:
  • Uma gaiola/caixa correta custa caro
  • A ração correta custa caro
  • A forração precisa ser areia de gato
  • A alimentação de fêmeas reprodutoras é reforçada e precisa de vitaminas extras
  • Um casal demora até ter filhotes
  • Filhotes consomem muita comida antes de estarem prontos para venda/doação
  • Todo comprador sempre irá querer pagar baratinho nos seus filhotes
  • O valor da venda dos filhotes não cobre a despesa de 1 mês do seu casal

Texto: Vivian Roncon